AS ÁRVORES

Espécie de interesse florestal

Distribuição geral: Esta espécie distribui-se pelo Sudoeste da Europa desde o Ocidente de França até Portugal. Tem maior expressão nos níveis basais dos sistemas montanhosos situados na metade Norte da Península ibérica, onde ocupa estações predominantemente submediterrânicas. Vegeta nas montanhas do Norte de Marrocos em muito reduzidas manchas. Adapta-se com facilidade às condições de continentalidade das terras altas e frias, surgindo em Portugal principalmente em Trás-os-Montes e na Beira Alta.

Caracterização geral: Encontra se em climas com influências mediterrânicas e/ou continentais. Eleva se pouco, não ultrapassando em França os 500 m. Muito embora, a sua adaptação a climas muito continentais, permite a esta espécie alcançar na Galiza os 1300-1500 m de altitude. Tolera uma determinada secura estival, necessitando de um mínimo de 600 mm de precipitação anual para se desenvolver. Requer humidade atmosférica elevada. Suporta bem o frio e a neve no Inverno. É uma espécie considerada como de meia luz e de temperamento robusto. Não suporta solos encharcados nem muito pesados, preferindo texturas de tipo arenoso. Agradece solos siliciosos puros ou misturados com argila, quer sejam secos, húmidos, de natureza xistosa ou granítica. Espécie calcífuga, não tolerando igualmente solos ricos em carbonatos. Regenera bem de semente, bem de cepa e emite rebentos de raiz muito abundantes. É uma árvore que pode alcançar os 20-25 m de altura. É normal apresentar um porte tortuoso, o qual poderá ser corrigido com boas práticas silvícolas e minimizado se os povoamentos não forem assolados por incêndios e outros danos. O sistema radicular é forte e pivotante, proporcionando à árvore uma grande resistência mecânica aos ventos. Emite adicionalmente um grande emaranhado de raízes superficiais, capazes de gerar numerosos rebentos como resposta ao corte ou ao fogo. Este Carvalho propaga-se naturalmente através dos rebentos de raiz. A instalação é feita em povoamento puro ou misto.

Propriedades e utilizações: A madeira possui características mecânicas similares à de outros carvalhos, no entanto é mais instável e propensa a sofrer deformações e fendas durante o processo de secagem, o qual é muito lento. Tem a particularidade de resistir ao ataque de fungos de podridão e insetos, excetuando as térmitas. A madeira não possui grande interesse para a construção, dado não atingir dimensões aceitáveis além de que os fustes tendem a ser irregulares e nodosos. Utiliza-se em Espanha para construção de aduelas de barril e travessas de ferrovia. A lenha e carbono vegetal são de boa qualidade. O carvalho negral possui interesse como ornamental. É uma espécie que atua como colonizadora de terrenos queimados ou isentos de coberto vegetal.

Informação FNPF

CARVALHO NEGRAL
 

© 2019 - ASE

Morada: 

Rua General Póvoas, 7 - 1º

6200-173 Manteigas

Portugal

asestrela@gmail.com