A Associação

A ASE porquê?

A ASE é uma associação cí­vica, sem fins lucrativos, fundada e sedeada em Manteigas desde 22 de Janeiro de 1982.

É a segunda ONGA mais antiga do país, com mais de 1000 membros, e de âmbito regional de conformidade com os critérios definidos pela Agência Portuguesa de Ambiente.

A Associação surgiu depois de um grupo de amigos ter tomado a iniciativa de celebrar o 1º centenário da 1ª Expedição Científica organizada pela Sociedade de Geografia de Lisboa, em 1881, percorrendo o mesmo trajecto da expedição. E foi da leitura dos relatórios da expedição e do estado de degradação a que a Serra da Estrela estava a ser sujeita, perante uma realidade que estavam a ver, que acharam que era necessário fazer algo mais em defesa da Serra da Estrela. Dessa assunção de ideais e preocupações nasceu a ASE – Associação Cultural AMIGOS DA SERRA DA ESTRELA, cuja escritura pública teve lugar na vila de Manteigas dos quais foram fundadores 21 cidadãos.

A razão pela qual se partiu para uma associação de índole cultural foi por se ter concluído, nas muitas discussões que o tema exigiu, que nas origens dos problemas estaria uma ausência da cultura de valores ambientais, naturais, patrimoniais, sociais, enfim da Serra da Estrela como elemento fundamental a proteger para em beneficio do meio natural, da população actual e, fundamentalmente, como legado às futuras gerações.

E para quê?

Para defender a Serra da Estrela de todo o tipo de atentados e interesses que não tenham em consideração, a preservação dos seus valores naturais, patrimoniais e culturais, a sustentabilidade dos seus recursos por forma a garantir às gerações futuras a plenitude da sua biodiversidade.

Para procurar dar a conhecer a Serra da Estrela, numa perspectiva sensibilizadora das suas potencialidades e fragilidades, abrindo espaço a todos os cidadãos para exporem as suas ideias, apoiando a ASE nas suas acções ou contrariando-as se os interesses da serra forem os seus objectivos.

É Serra da Estrela é um maciço, cuja riqueza não deixou de despertar apetites e a gula de muitos interesses que tudo têm feito para a delapidar os seus valores naturais, a sua biodiversidade, e os autênticos atentados ao património paisagístico e para os quais têm contacto com a protecção do Estado.

A Serra da Estrela continua tão frágil e à mercê de verdadeiros atentados como no dia da criação da ASE. Daí que os amigos são o melhor garante para a sua defesa e quantos mais formos maior protecção e mais força teremos para impedir que os atentados continuem.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>